domingo, 24 de outubro de 2010

Trabalhos científicos do IPB muito procurados na net

O Instituto Politécnico de Bragança é a quinta instituição de ensino superior do país com maior número de documentos publicados em repositório científico.

Trata-se de uma nova tendência para a disponibilização de informação de forma livre e gratuita, suportada pela internet e que se tem desenvolvido nos últimos anos.

Este movimento designado “Open Access” está a ser promovido esta semana em várias instituições de ensino superior.

“Esta iniciativa está a decorrer a nível mundial, não é só aqui em Bragança. Nós aderimos porque fazemos parte do Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal e isto tem por objectivo tornar mais visível a produção científica feita no IPB” refere a coordenadora dos serviços de documentação e bibliotecas do IPB.

Clarisse Pais acrescenta que esta é também uma forma de sensibilizar os docentes a publicarem as suas investigações neste repositório.

“É para que eles próprios depositem a informação até porque isso já é obrigatório uma vez que foi aprovada a política de auto-arquivo das publicações do IPB” explica, salientando que “é como se fosse um registo oficial da ciência aqui feita”.

E por esta razão é que o IPB é a quinta instituição de ensino superior do país com maior número de documentos publicados em repositório científico.

O vice-presidente do IPB, avança os números.
“Nós temos vindo a crescer muito neste âmbito, pois o número de depósitos tem vindo a aumentar” afirma. “Neste momento são cerca de dois mil artigos já depositados e temos vindo a perceber que a quantidade de gente que os vê pelo mundo inteiro também tem crescido exponencialmente pois já temos cerca de 200 mil downloads” adianta Orlando Rodrigues, salientando que isso “dá uma ideia da visibilidade que o IPB está a ter”.

Em breve, deverá ser também lançado um repositório académico direccionado para a publicação de trabalhos dos alunos. 

Escrito por: Radio Brigantia

Sem comentários:

Publicar um comentário