quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Biblioteca digital do IPB visitada por pessoas de todo o mundo

A plataforma é visitada mensalmente por cerca de 20 mil visitas e 10 mil acessos
O Instituto Politécnico de Bragança tem uma biblioteca digital visitada por cibernautas de todo o mundo.
A seguir aos portugueses, são os norte-americanos os que mais acedem aos documentos publicados na página. O Brasil ocupa o terceiro lugar no tráfego de visitas.
A funcionar desde 2006, esta biblioteca digital é uma plataforma on-line onde os investigadores e docentes do instituto colocam teses e outro tipo de trabalhos académicos, que podem ser descarregados e usados para pesquisa em qualquer parte do mundo.

No mês de Novembro, a página recebeu mais de 24 mil visitas.
Clarisse Pais, responsável pela plataforma, destaca que se trata de informação científica livre e gratuita, e que o tráfego na página é muito significativo. “O tráfego na plataforma é muito significativo porque somos acedidos de todos os países do mundo. Como é óbvio o primeiro país é Portugal porque estamos integrados numa rede de repositórios abertos de reposição científica em Portugal, onde estão lá as universidades quase todas, bem como os Institutos Politécnicos”.
Leonel Santos, investigador da Universidade do Minho destaca que este tipo de plataformas tem a grande vantagem dos documentos serem públicos em vez de serem apenas divulgados na comunidade científica. “Anteriormente os investigadores quando forneciam o curriculum, por exemplo à Fundação para Ciência e Tecnologia, ele ficava reservado à fundação. Com esta plataforma os serviços são públicos”, diz.
Numa média mensal, a biblioteca digital do IPB tem cerca de 20 mil visitas e 10 mil acessos.
Publicado por: RBA

Sem comentários:

Publicar um comentário